Espaço Poético. Hiperligação à Página Inicial.

 
  POEMAS

 

Chuva

 
   

Cai a chuva, ploc, ploc
corre a chuva ploc, ploc
como um cavalo a galope.

Enche a rua, plás, plás
esconde a lua, plás, plás
e leva as folhas atrás.

Risca os vidros, truz, truz
molha os gatos, truz, truz
e até apaga a luz.

Parte as flores, plim, plim
maça a gente plim, plim
parece não ter mais fim.

 

 


Luísa Ducla Soares, A Gata Tareca e Outros Poemas Levados da Breca, Teorema

Bullet.Actividades

Neste poema Luísa Ducla Soares utiliza várias palavras que imitam o som da chuva: ploc, ploc; plás, plás; truz, truz; plim, plim. Estas palavras denominam-se onomatopeias

Em trabalho de pares, pensem em palavras onomatopaicas que reproduzam o som de elementos da natureza, como por exemplo, a chuva ou o vento. Construam um poema no qual utilizem essas palavras. Podem consultar os poemas Loas à Chuva e ao Vento, de Matilde Rosa Araújo e A Canção da Chuva, de António de Sousa.

Enviem-nos o vosso poema por e-mail, para  poesia_portuguesa@hotmail.com ou através do seguinte formulário.

Nome:

Idade:

E-mail:

Poema:

      

Retorna ao topo da página.
 

Hiperligação ao Mapa de Conteúdos do sítio.

Hiperligação a Jogos.
  Hiperligação a Créditos.